Ejaculação precoce tem cura?

Sofrer com a ejaculação precoce não é algo exclusivo de alguns homens, na verdade muitos sofrem com isso, sendo um problema muito mais comum do que a maioria pode imaginar. Isso já serve para acalmar alguns homens que chegam a ter problemas psicológicos quanto a isso.

Essa falta de autoconfiança também é resultado dos problemas de relacionamento que a ejaculação precoce pode causar. Muitos homens que têm o problema de ejaculação precoce não conseguem satisfazer sua companheira por completo e sabemos o quanto isso pode ser prejudicial para um relacionamento duradouro e saudável.

Dessa forma, conversar com ela é essencial e pode te ajudar muito a retomar a autoconfiança e também a procurar ajuda especializada. O que todo homem deve saber é que ter ejaculação precoce não é algo fora do normal e possui tratamentos bastante eficazes.

Vocês devem estar esperando que eu responda a pergunta feita no título deste texto, obviamente, e vou sim respondê-la. Não vou falar para você que ejaculação precoce tem cura definitiva, pois isso não seria uma verdade completa, mas existem inúmeras formas de fazer com que ela praticamente inexista na sua vida sexual e afaste de uma vez por todas os problemas relacionados a isso.

Neste texto, vou falar um pouco mais sobre as diversas formas de se tratar e reduzir e até mesmo acabar com qualquer efeito que a ejaculação precoce possa ter em sua vida. Lembrando sempre que consultar um médico pode ser essencial para ter uma orientação profissional, principalmente porque medicamentos podem ter efeitos colaterais e devem ser controlados. Veja a seguir um pouco mais sobre as formas de acabar com a ejaculação precoce:

Ejaculação precoce tem cura

Medicamentos

Como eu disse, se você pretende fazer o tratamento de ejaculação precoce através de medicamentos você deve procurar um médico para conseguir acertar a dose e o tipo de medicamento, diminuindo os efeitos colaterais que podem ocorrer com esses medicamentos.

Os medicamentos para ejaculação precoce mais comuns são antidepressivos, pois a principal causa da ejaculação precoce é a ansiedade. Esses medicamentos atuam no cérebro, diminuindo essa sensação de ansiedade e, portanto, diminuindo os problemas de ejaculação precoce. Esses medicamentos também costumam ter efeitos colaterais e devem ser usados somente sob orientação médica.

Outro tipo de medicamento que pode ser utilizado são os cremes que vão diminuir a sensibilidade do pênis, sendo aplicados diretamente nele. O problema é que esse tipo de tratamento pode causar alergias e também a diminuição do prazer no ato sexual.

Exercícios

Existem muitos tipos de exercícios para controlar a ejaculação que podem ser realizados para que o homem consiga demorar mais tempo. Entre eles, se masturbar e parar próximo ao clímax, o que ajuda a conhecer as sensações pré-ejaculação e a controlar elas, ajudando também a controlar a ejaculação precoce.

Também existe o exercício para controlar os músculos pélvicos que controlam tanto a urina quanto a ejaculação. Se aprender a controlar esses músculos, ele vai conseguir facilmente controlar a ejaculação. A questão é que conhecer seu próprio corpo é extremamente importante para conseguir diminuir os efeitos da ejaculação precoce e até mesmo eliminá-los.

Tratamentos naturais

A natureza sempre fornece a todos nós os mais variados tipos de tratamentos e medicamentos para as mais diversas doenças e problemas físicos e psicológicos. A verdade é que a natureza é algo extraordinário e pode resolver a maioria dos problemas do corpo humano.

Entre esses, temos alguns produtos naturais que podem ajudar a controlar a ejaculação precoce, já que muitos desses produtos podem mexer com alguns hormônios que influenciam nessa questão. Um dos produtos muito utilizados para esse tratamento é o cravo, e o chá de cravo ajuda a melhorar o problema de ejaculação precoce e deve ser consumido duas vezes ao dia.

Existem outros produtos, como a cebola branca, leite de aspargos, entre outros, mas o mais utilizado e efetivo é realmente o cravo. Além disso, ele pode ser facilmente encontrado e não possui nenhum tipo de efeito colateral.

Conclusão

Com tudo isso, podemos concluir que de fato não existe uma cura definitiva para o problema de ejaculação precoce, mas existem tratamentos muito efetivos que se utilizados irão diminuir muito e até mesmo acabar com esse problema.

O importante é que a pessoa que sofre com esse problema consulte um medico especialista para escolher a melhor opção de tratamento. Os tratamentos caseiros, como os com produtos naturais e exercícios são os mais recomendados, pois você não corre o risco de efeitos colaterais.

Se gostou, compartilhe!

    Márcio Sousa

    Website:

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *